ONG Moradia e Cidadania encerra 2018 com trabalho fortalecido

30









Normal
0


21


false
false
false

PT-BR
X-NONE
X-NONE








































































































































































/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-priority:99;
mso-style-qformat:yes;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin-top:0cm;
mso-para-margin-right:0cm;
mso-para-margin-bottom:8.0pt;
mso-para-margin-left:0cm;
line-height:107%;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:11.0pt;
font-family:”Calibri”,”sans-serif”;
mso-ascii-font-family:Calibri;
mso-ascii-theme-font:minor-latin;
mso-fareast-font-family:”Times New Roman”;
mso-fareast-theme-font:minor-fareast;
mso-hansi-font-family:Calibri;
mso-hansi-theme-font:minor-latin;}


A ONG Moradia e Cidadania, fundada pelos empregados da Caixa há 25 anos, encerrou mais um ano com diversas ações realizadas em prol de comunidades carentes e populações em situação de vulnerabilidade social. No Ceará, a entidade apoia diversos projetos que atuam nas áreas de educação, arte, cultura e geração de trabalho e renda. Entre os projetos estão: Cordapés, Balé Folclórico Arte Popular de Fortaleza e Vida Videira. A Agecef Ceará apoia o trabalho da ONG e pretende intensificar a parceria em 2019. Confira aqui como foi a última ação social realizada pelas duas entidades. 


Seja um associado e ajude a ONG!


A ONG Moradia e Cidadania é mantida por contribuições feitas pelos empregados da Caixa por meio do desconto de um tíquete alimentação por mês na folha de pagamento. O valor é descontado pela Caixa e repassado diretamente para a entidade. Conheça mais o trabalho da entidade e contribua também: www.moradiaecidadania.org.br.  Para se associar, preencha o formulário disponível aqui, escolhendo contribuir com projetos vinculados à Coordenação do Estado do Ceará.


“Agradecemos aos colegas que confiam no trabalho da nossa ONG. São pessoas como vocês que nos fazem ter esperança de mudar a história de muitas pessoas. Doando apenas um tíquete alimentação, já faz toda a diferença. Temos que nos tornar a mudança que queremos ver”, afirma Sônia Olimpio, voluntária e gerente administrativo-financeiro da ONG.


Abaixo, preparamos uma breve retrospectiva de 2018.


Cordapés


Em 2018, a Companhia de Ritmos e Danças Populares (Cordapés) representou o Ceará no 54º Festival de Folclore de Olímpia em São Paulo (SP), realizado em agosto. O evento é considerado o maior do Brasil no gênero e reuniu diversos grupos folclóricos de todo o país. A Cordapés tem sede no Conjunto Palmeiras, em Fortaleza, uma região de extrema carência social e cultural, onde a companhia promove meios para fortalecer o desenvolvimento integral dos jovens locais.



 


Arte Popular de Fortaleza                                         


O Balé Folclórico Arte Popular de Fortaleza conta com cerca de 100 integrantes, entre crianças e jovens de diversas comunidades. O grupo embarcou rumo à França para uma temporada de apresentações para a divulgação do seu trabalho. O objetivo é preservar as tradições culturais locais e a promover a formação profissional na área.



 


Projeto Vida Videira


O projeto Vida Videira atende a comunidade da Sapiranga, em Fortaleza, promovendo cursos de cabelereiro, corte e costura, inglês, artesanato, informática e hardware, além de dança, hip hop, violoncelo, violino e canto para terceira idade. Todos os alunos formados pelo projeto receberam certificado. Ao longo de 2018, foram concluídas 12 turmas, cada uma com 30 alunos.


       


        


Fazenda O Caminho


Em parceria com a Agecef Ceará, a ONG Moradia e Cidadania realizou ação de entrega de doações para a Fazenda O Caminho, uma casa de recuperação para dependentes químicos. Os cerca de 40 homens atendidos pelo projeto produzem artesanatos, criam animais, cuidam de hortas e plantam alimentos. Toda a produção é destinada ao consumo interno e à geração de renda, ajudando na recuperação dos moradores. A doações entregues na ação (lençois, toalhas e mesa de pingpong) foram adquiridas com dinheiro arrecadado entre os associados da Agecef Ceará.