Confira entrevista com Alan Lutife, superintendente executivo de atacado da Caixa

239
Alan Lutife, Superintendente Executivo de Atacado da Caixa no Ceará.

No dia 18 de janeiro, a Agecef Ceará conversou com Alan Lutife, Superintendente Executivo de Atacado da Caixa no Ceará – realizando a segunda de uma série de entrevistas que a entidade iniciou com gestores associados. Alan falou sobre sua trajetória na Caixa, apresentou números importantes da Vice-Presidência de Negócios de Atacado – VINAT, destacando a relevância do setor para a empresa e para a economia do estado.

Alan é natural de Fortaleza (CE) e ingressou na Caixa em 2002 na cidade de Canindé. Ao longo desses 22 anos de empresa, passou por diversas funções em agências. Em 2011, assumiu a primeira gerência geral – função que ocupou em outras unidades do estado. Foi Gerente Regional de Canais e Atendimento no estado da Paraíba, retornando para o Ceará no cargo de Gerente Regional de Pessoa Jurídica Privada.

Em 2019, Alan assumiu a primeira operação de atacado da Caixa no Ceará e, desde então, segue à frente dos negócios com as médias e grandes empresas do estado. Ele conta que o atacado já existia na Caixa antes disso, mas com uma atuação mais centralizada em grandes centros comerciais do país. “A Caixa tinha superintendências voltadas ao relacionamento grandes empresas em alguns estados há mais tempo, mas a expansão nacional com Agências Empresariais especializadas em todas as regiões do Brasil aconteceu em 2019”, relembra.

O superintendente ressalta o papel de destaque e a credibilidade que a Caixa conquistou nos negócios de atacado: “Embora sejamos um grande banco e com as melhores opções de crédito, nem sempre o preço é a principal variável observada pelas empresas que atuamos. Por vezes, o atendimento humanizado, próximo e transparente em nossas negociações, é o que motiva os empresários a escolher a Caixa como principal banco de relacionamento na hora de captar seus investimentos e compartilhar seus projetos. O empregado Caixa é reconhecido dentro do mercado brasileiro como um profissional ético. O amor que temos pela Caixa fica claro em nossas negociações. Eu, particularmente, sou muito grato e feliz por trabalhar no Atacado Caixa e poder fomentar o crescimento das médias e grandes empresas de nosso estado. Certamente, catalisamos a geração de emprego e renda em nossa região.”, afirma.

Alan é graduado em Ciências Contábeis pela Universidade Federal do Ceará (UFC) com dois MBAs: “Executivo em Negócios” pela PUC e “Liderança e Negócios Bancários” pela Conatus. Confira a entrevista completa: 

Agecef Ceará: Quais são as atividades realizadas pela VINAT e como o setor está organizado?
Alan Lutife: A VINAT, que é a Vice-Presidência de Negócios de Atacado, atende empresas que tenham uma receita operacional bruta acima de 30 milhões de reais ao ano. Em nosso estado, temos uma unidade vinculada a esta VP, a Agência Empresarial Ceará.

Atualmente possuímos 10 carteiras de relacionamento. Cada carteira possui um Officer (gerente especializado) e ao todo, contamos com 25 profissionais dedicados no atendimento de aproximadamente 570 empresas cearenses divididas em cerca de 370 grupos econômicos. São diversos nichos: temos construção civil, agro, tanto as cooperativas como agroindústrias, empresas comerciais, industriais e prestadoras de serviços. Independente do nicho onde opera, sendo uma empresa classificada como atacado (média e grandes empresas), ela é atendida por nós.

Agecef Ceará: Qual a importância do Atacado para a Caixa e para a viabilidade da empresa como banco público?
Alan Lutife: Essa forma de segmentação também acontece em todos os grandes bancos. O Atacado trás umatendimentoespecializado e dedicado às médias e grandes empresas oferecendo soluções personalizadas para os diversos projetos do cliente. Desde rotinas do dia a dia aos momentos marcantes dessas empresas, a Caixa é o parceiro ideal.

Fora o desenvolvimento do segmento de Atacado, nós também geramos diversos negócios para o segmento de Varejo da Caixa, com os financiamentos habitacionais PF, Folhas de Pagamento, convênios de consignação, relacionamento dos sócios/dirigentes e muitos outros. Somente no ano de 2023, nossa equipe de 25 profissionais, que respeito muito e que faz a Agência Empresarial Ceará, contratou mais 1,3 bilhão de reais. Deste quantitativo, aproximadamente 650 milhões de reais foi destinado para o investimento de obras de construção civil financiando a produção de unidades habitacionais que representam juntas o valor de 1,4 bilhão de reais de VGV (Valor Global de Vendas). Esse valor é representativo para a Caixa e extremamente relevante para os números da construção civil do nosso Estado, Ceará. Esse cenário também se repete no atendimento dos demais nichos empresariais.

Nos últimos números atualizados pelos sistemas corporativos da Caixa, o share da nossa Agência Empresarial é superior a 20% de tudo que esses grandes grupos econômicos captam no mercado bancário nas mesmas modalidades que a Caixa opera. E nossa meta é aumentar mais ainda essa participação! Isso nos coloca como uma das maiores unidades geradoras de receita do banco. A atuação do Atacado ajuda a tornar a Caixa um banco competitivo.

Sobre metas e análise de desempenho,no sistema Conquiste, fechamos o ano de 2023 com nota máxima, que foide 120% do desafio proposto. 

Agecef Ceará: Quais são as perspectivas para 2024? O que você destacaria?
Alan Lutife:Para 2024 queremos não só incrementar a quantidade de empresas que se relacionam conosco, como também elevarmos nossa participação de mercado para percentuais acima de 25%. Queremos nos consolidar mais ainda como o primeiro banco quando o empresário pensa em um parceiro para seus projetos. Para que isso aconteça estaremos cada vez mais presentes em todos os importantes polos comerciais e industriais do Ceará, interiorizando nosso atendimento e chegando em locais que os demais bancos de Atacado não chegam. A Caixa também espera isso de nós.

Estamos muito animados, confiantes de que 2024 vai ser um ano ainda melhor do que foi 2023. Eu tenho a crença de que realmente vamos superar todos nossos desafios.

Agecef Ceará: Você gostaria de deixar alguma mensagem para o pessoal Caixa e para sua equipe?
Alan Lutife: Estou certo que é comum entre todos os empregados da Caixa, o orgulho de trabalharmos nesta empresa, uma jovem senhora de 163 anos de idade, madura e competitiva. Que é hoje um dos maiores bancos digitais do nosso país e do mundo. Durante todos esses anos, a Caixa mapeou as principais necessidades dos Brasileiros e por isso somos protagonistas como o principal banco parceiro do Governo Federal e agente transformador para uma sociedade mais justa e menos desigual. A Agência Empresarial Ceará está alinhada ao Planejamento Estratégico Institucional da Caixa e está certa de que não vamos parar por aqui. Faremos um 2024 sensacional.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here